Como calcular o imposto de renda sobre aluguel?

O aluguel de imóveis é uma das principais alternativas para quem deseja obter uma segunda fonte de renda. Porém, uma dúvida muito comum de quem já realiza esse investimento é como calcular o imposto de renda sobre aluguel e ficar em dia com a Receita Federal. 

Se você é uma dessas pessoas, saiba que é muito importante entender o cálculo, como realizar o pagamento desse tributo e uma série de outros fatores. 

Pensando nisso, a Imobiliária João Costa preparou este artigo com todas as informações que você precisa saber sobre o assunto. Acompanhe a leitura!

O que é imposto de renda sobre aluguel?

O imposto de renda sobre aluguel é um tributo que ocorre sobre os rendimentos obtidos por uma locação de imóvel. Se você é proprietário de uma casa, apartamento, sala comercial ou galpão e recebe aluguel por ele, é necessário declarar o valor dessa renda extra.

Por ser um rendimento tributável, é obrigatório que todo valor recebido esteja em sua declaração anual. Essa medida é necessária para evitar a sonegação fiscal.

Como funciona o imposto de renda sobre aluguel?

Antes de entender como calcular o imposto de renda sobre aluguel, é essencial compreender como ele funciona na prática. O primeiro ponto que você deve saber é que existe a isenção do imposto para aluguel com valor total de até R$ 2.112,00, desde que o pagante seja uma pessoa física.

Entretanto, quando o valor do aluguel exceder R$ 2.112,00, é necessário calcular o imposto e realizar o pagamento. Para isso, o imposto de renda sobre aluguel é calculado através do sistema do Carnê-Leão, o qual utiliza a tabela progressiva do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) com base em alíquotas diferentes para cada faixa de rendimento do contribuinte.

Vale lembrar que essa faixa recebeu reajuste em maio de 2023. Antigamente, o valor de isenção era de até R$ 1.903,98.

Confira abaixo a ANTIGA tabela de alíquota IRPF:

Base de cálculo mensal (R$)Alíquota (%)Parcela a deduzir do imposto (R$)
Até R$ 1.903,98
De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,657,5%R$ 142,80
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,0615% R$ 354,80
De R$ 3.751,07 a R$ 4.664,6822,5%R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,6927,5%R$ 869,36

Veja a ATUAL tabela de alíquota IRPF:

Base de cálculo mensal (R$)Alíquota (%)Parcela a deduzir do imposto (R$)
Até R$ 2.112,00
De R$ 2.112,01 a R$ 2.826,657,5%R$ 158,40
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,0615% R$ 370,40
De R$ 3.751,07 a R$ 4.664,6822,5%R$ 661,73
Acima de R$ 4.664,6927,5%R$ 884,96

💡Leia também → O que é IPCA anual? Como ele pode afetar seu aluguel

Como calcular o imposto de renda sobre aluguel?

Para calcular o imposto de renda sobre aluguel, você deve ter em mãos todos os valores recebidos como aluguel no mês, consultar a atual tabela progressiva do IRPF e aplicar a alíquota do IR determinada pela Receita Federal. 

Exemplo: se você recebe um aluguel de R$ 2.500 por mês, deve-se aplicar a alíquota de 7,5%, resultando no valor de imposto de renda sobre aluguel de R$ 187,50. Além disso, você precisa reduzir do valor obtido a parcela dedutível de R$ 158,40. Assim, o valor líquido do imposto será de R$ 29,10.

E como fazer o pagamento?

Agora que você já sabe como calcular o imposto de renda sobre aluguel, é hora de realizar o pagamento, caso não esteja na faixa de isenção do IR. 

Primeiramente, acesse o portal e-CAC e faça o login. Após isso, vá até a aba “Meu Imposto de Renda”, selecione “Declarações” e depois em “Acessar Carnê-Leão”

Em seguida, preencha todas as informações de acordo com os valores recebidos dos aluguéis em cada mês do ano e as despesas dedutíveis relacionadas ao imóvel. Feito isso, gere um DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) para pagá-lo. 

Esse documento pode ser impresso e pago em qualquer agência bancária ou por internet banking, até o último dia útil do mês seguinte ao do recebimento do aluguel. E pronto! O valor do imposto será pago. 🙂

Calcular o imposto de renda sobre aluguel é uma atividade obrigatória para toda pessoa que recebe rendimentos com a locação de imóveis. Isso garante conformidade fiscal e tranquilidade para sua vida. 

Lembre-se de estar atento às alíquotas, ter todos os documentos organizados e buscar ajuda de uma contabilidade para realizar esse processo, caso enfrente dificuldades.


Este conteúdo foi útil para você? Se sim, assine a newsletter da Imobiliária João Costa e receba vários conteúdos interessantes sobre a área de imóveis diretamente no seu e-mail. Tem muitas dicas úteis por lá! 🏠